quarta-feira, 11 de junho de 2014

estômago vazio

1.
insisto no desobedecer e continuo debaixo da árvore com as pernas fixas ao chão como duas raízes -"não consigo rasgar os tecidos que cobrem os meus olvidos"

2.
meu ventre suplica por algo que se pareça com água
meu braços
cansados
suplicam por algo que não se pareça amor

3.
Tarcísio viajou
disse que volta quando eu entender que o corpo é uma forma de ter palavra

4.
disponibilidade não é um estado, mas uma maneira de ver o humano.

Um comentário:

Marcelo V. Izquierdo disse...

Muito bom.

Parabéns pelo lançamento ontem. Já li metade do livro. Até logo.

Evoé. rs

...