quarta-feira, 20 de outubro de 2010

acordei essa manhã com o barulho do dia, que me emudece;
o céu não tem cor quando se estica um sol de um dia nublado;
por evitar falsos gorjeios finjo ser borboleta;
em certos momentos transcendo, fecho os olhos, e acordo com eles em mar, e ja dos que são seus.
olho pro lado e as palavras somem, tudo silencia.

e um sorriso restringe o mundo àquele acontecimento: enquanto você dorme.

2 comentários:

Caio Zanuto disse...

belo!

Carina. disse...

normalmente acho esses textos de "você dormindo" iguais.

mas esse não.

...